O maior motivo para bugs – de quebra da estrutura até problemas de lentidão e queda do site – em templates prontos para WordPress é conflito com algum código feito ou alterado diretamente no código do tema.

Pelo menos é o que eu percebo na grande maioria dos suportes que presto para clientes que utilizam temas assim, normalmente comprados no ThemeForest. Mas, claro, isso não é exclusivo de lá: qualquer tema pronto que você adquirir corre o risco de ter os mesmos problemas caso você resolva editar o código fonte.

Por que isso ocorre e, principalmente, como evitar que problemas aconteçam? Explico tudo abaixo!

Por que não editar o código de um tema de WordPress

Mesmo que você tenha experiência com desenvolvimento, editar o código de um template é quase sempre uma péssima ideia.

  • Curva de aprendizado: Cada desenvolvedor tem seu jeito de escrever e organizar o código. Você terá que entender tudo o que foi escrito, até mesmo para saber onde exatamente deve fazer a edição. Afinal, se você edita alguma coisa que não deveria, isso poderá causar um…
  • Efeito dominó: Já vi casos de uma alteração causar bugs em outras áreas e, conforme os ajustes eram feitos, outros problemas surgiam. É como eu disse acima – cada desenvolvedor tem seu jeito. E muitos códigos de temas prontos são reaproveitados de outros temas prontos, então algumas gambiarras ou estruturas de código diferentes podem ser encontradas.
  • Manutenção dificultada: A não ser que você mantenha um repositório atualizado e bem comentado, a manutenção desse código poderá ficar bem complicada. Principalmente levando em consideração o próximo item…
  • Você não poderá mais atualizar o tema: E isso pode ser um problema grave. Eventualmente o WordPress recebe atualizações importantes que alteram alguns códigos e funções. Para isso funcionar corretamente, o tema deve estar atualizado. E se você alterar o código do tema e depois atualizá-lo, perderá todas as alterações feitas.
  • Falta de experiência: Claro, se você não tem experiência como desenvolvedor, nem se arrisque! Por mais que você tenha encontrado um código pronto, muitas vezes é preciso entender exatamente o que ele faz e o que ele pode afetar. Fora que uma aspa com formatação errada ou uma vírgula podem quebrar seu site inteiro.

Recentemente um cliente da WOWF percebeu que a home do seu site tinha quebrado do dia pra noite. Depois de uma análise que levou alguns dias, entendemos o problema: Um dos plugins utilizados no site havia recebido uma atualização que alterava alguns códigos. Isso não seria problema, já que o tema utilizado pelo cliente recebeu a mesma atualização.

Só que foi um problema: o tema era alterado e não poderia ser atualizado. Então, foi preciso remover algumas informações da home, porque não havia tempo hábil – nem suporte – para correções.

Claro, o suporte da WOWF é focado na hospedagem em si, então a empresa não teria como ajudar. Já eu não presto suporte para sites com templates modificados – os motivos estão listados acima.

Lembrando que deixar de atualizar plugins e o WordPress não é uma opção!

Solucionando ou revertendo as alterações de código que você fez

Se você fez uma mudança e algo deu errado, a melhor forma de solucionar isso é justamente revertendo as alterações feitas, e depois buscar a forma correta de fazer tais alterações.

Claro, pra isso estou contando que você tenha feito um backup, certo?

Errado? Bom, dessa forma, baixe o tema novamente e faça a reinstalação. Na pior das hipóteses, peça para o suporte de sua hospedagem recuperar um backup do dia.

Recomendo fortemente que você não tente “consertar” o código. Deixe-o como estava antes e siga as dicas abaixo.

Como editar um tema para WordPress do jeito certo

É difícil encontrar um tema hoje em dia que não tenha opções de personalização o suficiente para você não precisar olhar para o código. E mesmo que você realmente precise alterar alguma coisa, isso também é possível sem que você precise tocar no código do tema principal.

printscreen do painel de customização do wordpress
Customizer: Painel de personalização do WordPress

Antes de mais nada: Escolha o tema certo

Existem milhares de temas prontos para WordPress por aí, de diversos preços, estilos e nichos diferentes.

Em vez de escolher um pelo preço ou porque você gostou de uma coisa ou outra, faça mais uma meia hora de pesquisa: é certeza de que você encontrará o template perfeito para o seu negócio ou necessidade.

É importante dizer isso porque comprar o tema certo poderá aumentar seu tempo de pesquisa, mas te poupará de muito trabalho e dores de cabeça.

Se mesmo pesquisando muito você não encontrar algo “perfeito”, cogite a contratação de um profissional para criação de algo na medida ou então repense seu projeto para que ele se adapte a algum tema.

Afinal, se você não encontra de jeito nenhum o que você precisa, ou a ideia é genial ou está completamente fora do padrão do mercado – no mau sentido.

Em tempo: tome cuidado com temas grátis (principalmente pirateados).

Básico: Utilize o painel de personalização

Essa opção pode variar.

O WordPress, por padrão, conta com um painel de personalização. Fica em Aparência > Personalizar. Por lá você poderá, no mínimo, editar nome e descrição do seu site, favicon, página inicial (se exibirá posts ou uma página estática), menus, widgets e até mesmo criar um CSS adicional.

Os temas que eu desenvolvo utilizam esse painel nativo do WordPress. Por lá coloco todas as opções de personalização que o cliente necessitará em seu site, como adição de scripts e/ou banners, cores do tema, logo, dados estruturados, AMP e por aí vai.

A forma ideal de se trabalhar com WordPress é utilizar o que a plataforma oferece por padrão, mas alguns temas criam seu próprio painel de personalização. Nesse caso, haverá uma área diferente no menu do seu WordPress com as opções do tema.

Em ambos os casos, antes de comprar um template você deve saber exatamente o que é editável, o que pode ser personalizado. Assim você evita surpresas e decepções.

Avançado: Crie um child theme

Se você tem experiência com código, uma lida na documentação do WordPress é o suficiente para saber como criar um child theme.

Um child theme, como o nome diz, é um “tema filho” do tema principal do site. Você poderá copiar os códigos do template principal e editá-los nesse tema filho, e assim o tema “pai” poderá ser atualizado sem problemas.

Outra vantagem é a manutenção: no child theme você adiciona apenas os códigos que irá utilizar. Ou seja, não é uma cópia completa do tema principal. Nesse caso a manutenção do código é bem mais simples.

Cogite também: Plugins

O repositório de plugins do WordPress tem soluções pra praticamente tudo. Se você precisa de algo específico, certamente existe um plugin pra isso – de adicionar scripts no <head> do seu site a banners no meio do conteúdo.

Não há um limite máximo de utilização de plugins no WordPress. Desde que você utilize os plugins certos e da forma certa, não se preocupe com a quantidade.

Se você é desenvolvedor, criar seu próprio plugin pode ser ainda melhor que trabalhar com child theme. Bom, cada caso é um caso: já trabalhei das duas formas e recomendo ambas. Tudo depende de sua necessidade e de como o template foi desenvolvido.

Por fim: não aceite temas com código alterado!

Se você caiu aqui e ainda não tem nada pronto, acredito que os argumentos acima sejam o suficiente para te convencer a não aceitar um tema com código alterado, certo?

Quando for contratar um profissional ou empresa para criar seu site, saiba exatamente o que você está comprando. Nessa área é extremamente comum a utilização de temas prontos modificados para clientes. Ou seja, a empresa ou profissional compra alguns templates e os utilizam como base para os projetos.

Não que isso seja errado – isso é, desde que o cliente esteja ciente (digo isso porque muita gente vende esse tipo de projeto como se fosse algo feito do zero) e que o tema seja personalizado da forma correta.

A máxima de “o barato sai caro” é muito real nessa área. Tenha isso em mente!

Está precisando de ajuda?

Além de trabalhar na área como desenvolvedor, também apoio o projeto FicaOn, que seleciona temas prontos para WordPress específico para nichos e segmentos.

Se precisar de ajuda com seu WordPress, tanto eu quanto o suporte da WOWF estaremos à disposição!

Conheça nossos planos de hospedagem! Por em 02/07/2019 | 0 comentários

Receba conteúdo gratuito e promoções em seu e-mail!

Cadastre-se GRÁTIS e receba por e-mail dicas, promoções, descontos e muito mais!

Leia também:

Deixe seu comentário!